novidades

Brasil é o 13º país mais exposto a ameaças de crimes virtuais

Com a inclusão digital onde é cada vez mais comum o acesso a internet os ataques virtuais estão mais frequentes.

A Microsoft divulgou um estudo recentemente sobre dados alarmantes envolvendo os crimes cibernéticos no Brasil, em que a maioria das vítimas conhecem quem está por trás desses crimes. Além disso, o estudo apresentou outros dados, que traremos a seguir.

 

No Brasil, de acordo com o estudo, 30% dos crimes envolvem parentes, amigos ou algum conhecido das vítimas. E estes crimes envolvem muitos motivos, mas o tipo mais comum envolve solicitação de sexo.

A Microsoft ainda divulgou quais são os maiores riscos ao que os brasileiros estão sujeitos a sofrerem virtualmente, que são:

- Contatos indesejados representam 51% dos casos;

- As solicitações sexuais somam 23%;

- As fraudes são 21%;

- Mensagens sexuais indesejadas representam 21%;

- Os assédios on-line (sem cunho sexual) somam 20%.

 

Para a pesquisa, foram entrevistadas 11.600 pessoas de 23 países para entender mais sobre como está a situação dos crimes on-line e o posicionamento das pessoas. Com o estudo, se chegou a conclusão de que as pessoas estão confiando menos nas pessoas, tanto no ambiente on-line quanto no off-line.

De cada 10 vítimas, 7 relataram que já passaram por consequências sérias devido a exposição, como não confiar nas pessoas, perdeu o sono, ficou depressivo, impactos na vida escolar, pessoal e profissional, entre outros problemas.

Voltar

 

novidades

Brasil é o 13º país mais exposto a ameaças de crimes virtuais

Com a inclusão digital onde é cada vez mais comum o acesso a internet os ataques virtuais estão mais frequentes.

A Microsoft divulgou um estudo recentemente sobre dados alarmantes envolvendo os crimes cibernéticos no Brasil, em que a maioria das vítimas conhecem quem está por trás desses crimes. Além disso, o estudo apresentou outros dados, que traremos a seguir.

 

No Brasil, de acordo com o estudo, 30% dos crimes envolvem parentes, amigos ou algum conhecido das vítimas. E estes crimes envolvem muitos motivos, mas o tipo mais comum envolve solicitação de sexo.

A Microsoft ainda divulgou quais são os maiores riscos ao que os brasileiros estão sujeitos a sofrerem virtualmente, que são:

- Contatos indesejados representam 51% dos casos;

- As solicitações sexuais somam 23%;

- As fraudes são 21%;

- Mensagens sexuais indesejadas representam 21%;

- Os assédios on-line (sem cunho sexual) somam 20%.

 

Para a pesquisa, foram entrevistadas 11.600 pessoas de 23 países para entender mais sobre como está a situação dos crimes on-line e o posicionamento das pessoas. Com o estudo, se chegou a conclusão de que as pessoas estão confiando menos nas pessoas, tanto no ambiente on-line quanto no off-line.

De cada 10 vítimas, 7 relataram que já passaram por consequências sérias devido a exposição, como não confiar nas pessoas, perdeu o sono, ficou depressivo, impactos na vida escolar, pessoal e profissional, entre outros problemas.

49 3444 2530 - 99994 4335
Rua Anita Garibaldi, nº 365, Sala 205
Concórdia - SC - 89700-000


O2 MULTI