novidades

Internet ilimitada

A Interline quer tranquilizar seus clientes e informar que não irá aderir a essa mudança.

Ao contrário de outros provedores de internet, que pretendem adotar um sistema de franquia igual ao usado em planos de internet móvel para internet banda larga, a Interline quer tranquilizar seus clientes e informar que não irá aderir a essa mudança, continuando a oferecer seus pacotes de velocidade.

A preocupação começou com um anúncio recente da Vivo, divulgando que adotará um novo modelo de negócios para a internet banda larga já a partir de 2017. Os planos de banda larga da empresa passariam a ter um sistema de franquia igual aos que já conhecemos no mundo da rede móvel. Net/Claro e Oi já sinalizaram que também irão aderir ao sistema.

Atualmente, o cliente paga uma mensalidade fixa para usar a internet à vontade em uma velocidade pré-determinada (por exemplo, R$ 71,9 por uma conexão de 4 Mbps). Ele paga esse valor mensalmente e tem a velocidade limitada ao plano escolhido, porém pode navegar o quanto quiser e baixar quantos arquivos ele desejar.

Já no novo modelo proposto pela Vivo, o cliente terá uma franquia de dados, ou seja, um limite de quanto poderá navegar e fazer downloads na web. Ultrapassando essa cota, a conexão poderá ter a velocidade reduzida ou até mesmo cortada até o fim do mês. Para continuar usando a internet normalmente, o usuário precisaria pagar uma taxa extra para aumentar a franquia. É exatamente o mesmo sistema adotado nos pacotes de internet móvel. Esse formato de cobrança limita bastante o que você pode ou não fazer na internet. 

Voltar

 

novidades

Internet ilimitada

A Interline quer tranquilizar seus clientes e informar que não irá aderir a essa mudança.

Ao contrário de outros provedores de internet, que pretendem adotar um sistema de franquia igual ao usado em planos de internet móvel para internet banda larga, a Interline quer tranquilizar seus clientes e informar que não irá aderir a essa mudança, continuando a oferecer seus pacotes de velocidade.

A preocupação começou com um anúncio recente da Vivo, divulgando que adotará um novo modelo de negócios para a internet banda larga já a partir de 2017. Os planos de banda larga da empresa passariam a ter um sistema de franquia igual aos que já conhecemos no mundo da rede móvel. Net/Claro e Oi já sinalizaram que também irão aderir ao sistema.

Atualmente, o cliente paga uma mensalidade fixa para usar a internet à vontade em uma velocidade pré-determinada (por exemplo, R$ 71,9 por uma conexão de 4 Mbps). Ele paga esse valor mensalmente e tem a velocidade limitada ao plano escolhido, porém pode navegar o quanto quiser e baixar quantos arquivos ele desejar.

Já no novo modelo proposto pela Vivo, o cliente terá uma franquia de dados, ou seja, um limite de quanto poderá navegar e fazer downloads na web. Ultrapassando essa cota, a conexão poderá ter a velocidade reduzida ou até mesmo cortada até o fim do mês. Para continuar usando a internet normalmente, o usuário precisaria pagar uma taxa extra para aumentar a franquia. É exatamente o mesmo sistema adotado nos pacotes de internet móvel. Esse formato de cobrança limita bastante o que você pode ou não fazer na internet. 

49 3444 2530 - 99994 4335
Rua Anita Garibaldi, nº 365, Sala 205
Concórdia - SC - 89700-000


O2 MULTI