novidades

Proteja seu Wi-Fi

Veja os principais riscos e como evitá-los.

Roteadores podem ser um grande foco de problemas de segurança nas redes domésticas. É comum não ver o aparelho como algo eventualmente vulnerável e isso ajuda explicar porque casos de invasão e ações criminosas tendo como ponto de partida a falta de segurança em roteadores sejam tão comuns. 

Conheça abaixo as formas mais comuns de ataque que usam o roteador como entrada para a sua rede:


Senhas fracas:

Você precisa ter cuidado com as senhas que usa para a sua rede Wi-Fi. Além de ser fundamental não aplicar senhas fáceis de adivinhar, como nomes e endereços, é importante configurar seu roteador para usar métodos de criptografia mais robustos, como o WPA2. Outros métodos, como WEP, são mais fáceis de serem rompidos por força bruta e podem entregar a sua senha a um invasor. O problema de alguém ter acesso ao seu ambiente wireless vai além do fato de que alguém estará roubando sua conexão: um hacker mais habilidoso pode usar essa porta de entrada para ter acesso a outros dispositivos conectados na rede, como celulares, consoles e computadores.


Sequestro de DNS:

DNS é um mecanismo que facilita o uso da Internet ao transformar os endereços que você digita no navegador em endereços de IP para localizar os sites que você deseja. Se o DNS não existisse, você teria que lembrar o endereço de IP de cada site para poder visitá-lo. O sequestro de IP ocorre quando um criminoso tem acesso às configurações do seu roteador. Nelas, ele pode inserir um servidor DNS mal intencionado, que sempre que acessado poderá conduzir você a versões falsas dos sites que deseja acessar. O risco é enorme porque você pode cair numa página que é uma cópia perfeita, mas falsa, do site do seu banco por exemplo e acabar dando ao criminoso acesso a seus dados bancários.

Fique sempre atento e garanta que seus dados estejam sempre em segurança. 

 

Fonte: TechTudo

 

 

Voltar

 

novidades

Proteja seu Wi-Fi

Veja os principais riscos e como evitá-los.

Roteadores podem ser um grande foco de problemas de segurança nas redes domésticas. É comum não ver o aparelho como algo eventualmente vulnerável e isso ajuda explicar porque casos de invasão e ações criminosas tendo como ponto de partida a falta de segurança em roteadores sejam tão comuns. 

Conheça abaixo as formas mais comuns de ataque que usam o roteador como entrada para a sua rede:


Senhas fracas:

Você precisa ter cuidado com as senhas que usa para a sua rede Wi-Fi. Além de ser fundamental não aplicar senhas fáceis de adivinhar, como nomes e endereços, é importante configurar seu roteador para usar métodos de criptografia mais robustos, como o WPA2. Outros métodos, como WEP, são mais fáceis de serem rompidos por força bruta e podem entregar a sua senha a um invasor. O problema de alguém ter acesso ao seu ambiente wireless vai além do fato de que alguém estará roubando sua conexão: um hacker mais habilidoso pode usar essa porta de entrada para ter acesso a outros dispositivos conectados na rede, como celulares, consoles e computadores.


Sequestro de DNS:

DNS é um mecanismo que facilita o uso da Internet ao transformar os endereços que você digita no navegador em endereços de IP para localizar os sites que você deseja. Se o DNS não existisse, você teria que lembrar o endereço de IP de cada site para poder visitá-lo. O sequestro de IP ocorre quando um criminoso tem acesso às configurações do seu roteador. Nelas, ele pode inserir um servidor DNS mal intencionado, que sempre que acessado poderá conduzir você a versões falsas dos sites que deseja acessar. O risco é enorme porque você pode cair numa página que é uma cópia perfeita, mas falsa, do site do seu banco por exemplo e acabar dando ao criminoso acesso a seus dados bancários.

Fique sempre atento e garanta que seus dados estejam sempre em segurança. 

 

Fonte: TechTudo

 

 

49 3444 2530 - 99994 4335
Rua Anita Garibaldi, nº 365, Sala 205
Concórdia - SC - 89700-000


O2 MULTI